sexta-feira, 26 de março de 2010

Uma aventura na auto-estrada...

Era uma vez uma menina que, depois de estar no seu local de trabalho das 9h até às 2o:30h, no regresso a casa, como boa pessoa que é, foi levar uma colega a casa e como tal não entrou na auto-estrada pelo trajecto habitual, aqui começa a aventura! logo ao sair da de uma zona urbano passou por algo que lhe pareceram umas postagens abandonadas, com pouca iluminação, maquina de ticket numa entrada e noutra não... muito junto de uma rotunda de trânsito citadino... e lá passou ela toda lampeira... logo à frente reparou que se encontava em paralelo com as potagens de passagens habitual, mas desta feita com acesso directo à via principal da auto-estrada! Algo não estava bem, pois claro... as tais portagens de aspecto abandonado eram mesmo o local onde deveria ter tirado o ticket! Assim, como boa cidadã, parou o carro, ligou os 4 piscas, e bota a contornar os railes (cerca de 50) para chegar às portagens que se encontavam logo ao lado. Depois de muitas tentativas de um camionista (entrou e saiu da zona do ticket umas 7 vezes) a maquineta não lhe deu nadinha, o senhor até carrecou no botão de informção ... mas apenas falou uma gravação e, vejam só falava inglês (pois... ainda não vos disse mas esta história passou-se em Portugal). Desta feita a menina atravessou toda zona de tiragem de ticket subiu e atravessou a ponte de ferro (ou algo parecido... toda ao buraquinhos)e dirigiu-se à zona de apoio e informação. O senhor que a atendeu foi muito simpatico e compreensivo, deu-lhe um ticket, recomendou que tivesse cuidado, e até lhe deu razão quanto à pouca visibilidade das portagens onde entrou. E pasmem-se, não é que quando liga para a segurança a perguntar se tinham visto uma senhora a travessar a ponte e a andar a pé pela auto-estrada, ninguem a tinha visto (compreensivel, era hora de jantar e do cafézito...lol). De regresso ao carro, toda contente a agarrar com força o ticket não fosse elevoar, entra no dito cujo, dá à chave e................... NADA... não liga,que "doce maravilha", mais que muitas tentativas e NADA! Ela sabe que se o carro apanhasse um pouco de lanço pegava... mas azar dos azares... o carro estava asubir e anda para trás não era boa ideia pois tinha uma curva de pouca visibilidade! Outra das hipoteses era alguem ligar os cabos de bateria, que a menina tinha na mala, ao seu carro... mas não é que estava numa zona de uma só faixa de rodagem... pelo que tornava essa manobra muito perigosa! Assim teve mesmo que ligar para a assitência de viagem. Digamos que ... aqui voltou a sorte... demoraram apenas 15 minutos, no entanto teve que esperar mais uns minutos pois no exacto momento em que a ssistência chegou a chuvo também chegou e com a força toda! Depois da chuva dar treguas e uma breve análise ao carro, o senhor da assistência verificou, tal como a menina julgava, que não era um bom local para ligar os cabos da bateria, e assim rebocou-o já engatado em terceira e o maldito pegou em menos de 5 metros! Para preencher e por precaução ficou ali uns minutinhos e seguiu com supervisão sa assistência que apenas a abandonou passado un kilometros para garantir que seguia viagem sem precalços.
- 22:30 horas do início do seu jantar já em casa... sã e salva!


* Depois desta longa aventura... apenas fica por dizer que essa menina era eu e que me encontrava de vestidinho acima do joelho e sapatos de salto alto!!! Tudo pelo melhor portanto!


(o que eu me ri a escrever isto e de cada vez que me lembro de tal)

5 comentários:

Verdinha disse...

loool, aventura total. pelo menos deves ter alegrado a vista do sr da assistencia em viagem :D

Tixa disse...

Verdinha: Pois... não sei... talvez! Mas parece-me que aquela hora o homem queria era ir para casa refastelar-se no sofá!!!

Deu para rir e ainda me riu!!!!


beijocas

Sofia disse...

loooool Oh Tixa, que aventura!! E ainda por cima depois de um longo dia de trabalho... Mas ficas com uma história engraçada para contar aos amigos, familia e leitores do teu blogue claro! ;)

beijinhos

karla disse...

Olha tu tens com cada uma k só visto... :)

Olhos Dourados disse...

É preciso ter azar.